domingo, janeiro 24, 2010

Velório

Hoje foi o funeral de um tio-avô do Fernando, o irmão mais novo do avô dele. Ontem, fomos velar o corpo à capela de S. Sebastião. Eu e o Fernando estivemos lá desde as 20.30h até à 24.00h. Demos apoio à viuva, ao filho, nora e netos e restante familia. Sempre em silêncio. Houve uma altura em que o padre, que mora lá perto, foi rezar o terço junto da família. Passado isto, o Sr. padre vai à sua vida e nós continuamos em silêncio. De repente, levanta-se uma senhora que se dirige à viúva e diz:"Tenho ido a muitos velórios, mas nunca tinha ido a um tão silencioso!" Posto isto, surge na minha mente a imagem de todos nós a dançar em volta do finado. Que horror! Que queria a senhora que nós fizessemos naquele momento de dor a não ser chorar, rezar e estar em silencio? Queria ela que dançassemos ou que cantassemos?
Só sei que depois disto era tudo a cochichar e falar sobre a vida do próximo...o que é bem mais interessante num velório.
Tio Zé "batatinha" como era conhecido...que a sua alma descanse em paz.

4 comentários:

Anónimo disse...

É sempre triste e doloroso velar o corpo de uma pessoa que gostamos muito e dói mais ainda quando não respeitam quem sofre.
Um beijinho

Ana Paula.

disse...

Lamento Isália. =(

gaiatA disse...

Um beijinho grande *

Everton Domingues disse...

Olá amada Zá

Queria te pedir uma oração pelos nossos irmãos do Haiti. Só Deus para ter profunda misericórida nesta hora de dor. Q nos unamos em amor e clamor!
Se puder, veja o video emocionante feito por uma amiga em Cristo e publicado no Youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=pT8aGChgHNQ.
Deus a abençoe.